GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
main logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Voltar

CIAJG

/

Black Box

DOMINGO 10 NOVEMBRO, 21H30

Porta Jazz/Guimarães Jazz
Miguel Moreira, Lucien Dubuis, Mário Costa, Rui Rodrigues, Valter Fernandes
Música

Maiores de 6

Em 2019, a proposta de residência integrada na parceria entre o Guimarães Jazz e a associação Porta-Jazz englobará a colaboração entre dois músicos importantes do jazz português da última década – o guitarrista Miguel Moreira e o baterista Mário Costa –, o saxofonista e clarinetista suíço Lucien Dubuis – um músico importante da cena avant-garde jazzística europeia – e o bailarino Valter Fernandes. Este ano, no centro deste projeto de natureza multidisciplinar, e baseado num princípio de interseção e influência mútua entre diferentes linguagens artísticas, estará a relação entre o jazz e a dança e será, tal como nas edições anteriores, gravado e editado pela Porta-Jazz.

Miguel Moreira é, atualmente, um dos mais destacados guitarristas da cena musical portuguesa, em razão de uma atividade prolífica que o levou a colaborar com músicos importantes do jazz português e internacional, como Mário Santos, José Pedro Coelho ou, mais recentemente, com Chris Cheek e João Mortágua, bem como com formações de música contemporânea (o grupo Drumming de Miquel Bernat e o Remix Ensemble) e artistas da música popular tais como Sérgio Godinho e Manuela Azevedo.
Mário Costa é um dos bateristas mais proeminentes que surgiram no panorama jazzístico português nos últimos dez anos, resultado de um trabalho multifacetado que inclui colaborações com nomes tão diferentes da música contemporânea portuguesa e internacional como o contrabaixista Hugo Carvalhais, o saxofonista Tim Berne, o baterista Chris Corsano e a fadista Ana Moura. Do seu trabalho recente, é importante destacar o projeto sFumato, em que Mário Costa surge ao lado de Michel Portal, Joachim Künh e Émile Parisien.
Lucien Dubuis é um músico e compositor suíço com uma atividade relevante no circuito europeu da música improvisada e do jazz de tendência vanguardista. Um instrumentista versátil e um compositor ousado e prolífico, Dubuis apresenta um historial de criação assinalável enquanto líder das suas formações e em colaboração com figuras notáveis da música contemporânea como Marc Ribot (com quem gravou em trio), Alfred Vogel ou Barry Guy.
Rui Rodrigues é membro fundador do grupo Drumming – Grupo de Percussão, sob direção artística de Miquel Bernat, e colaborou como músico convidado e solista com várias orquestras e formações de música clássica e contemporânea. O seu crescente interesse por improvisação e composição proporcionou o aparecimento de projetos ligados a outras áreas artísticas como a poesia, a dança, o teatro, a imagem e o novo circo.
Valter Fernandes é um bailarino e coreógrafo que tem vindo a fazer, nos últimos dez anos, um percurso ascendente na dança contemporânea, trabalhando ao lado de nomes de referência desta disciplina artística como Victor Hugo Pontes e Né Barros. O trabalho autoral deste autor é influenciado decisivamente pelo b-boying, uma expressão de dança urbana que marcou o início da relação de Valter Fernandes com a dança e que continua a manifestar-se nos temas e formas das suas obras enquanto coreógrafo.


APÓS O CONCERTO
LANÇAMENTO DO CD PORTA-JAZZ / GUIMARÃES JAZZ 2018

No final do concerto será lançado o disco resultante da edição de 2018 da residência Porta-Jazz / Guimarães Jazz, que foi liderada pelo pianista João Grilo.




Preço
7,50 eur / 5,00 eur c/d

Comprar

Assinatura do Festival
90,00 eur

Comprar

Miguel Moreira guitarra
Lucien Dubuis clarinete baixo
Mário Costa bateria
Rui Rodrigues percussão
Valter Fernandes coreografia e interpretação

Eventos Associados