Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
main logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image loja

Voltar

CIAJG

SALAS 12 E 13

Complexo Colosso - Parte II

Exposições

TODAS AS IDADES

Dizem que as histórias se formam em parte de verdade e em parte de especulação. Depois do primeiro encontro com o chamado “gigante Golias” em 1876, e fantasiando sobre a possibilidade de estar relacionado a um culto fálico e procriador, Francisco Martins Sarmento vai mobilizar ações e estudos em redor do achado. Mas pouco a pouco, com a morte do arqueólogo, em 1899, o caso perde força nos debates arqueológicos. Em 1929, a escultura é transferida para o jardim da Sociedade Martins Sarmento onde ficará até 1996, data em que a Câmara Municipal e a própria Sociedade decidem transferi-la para a Alameda Mariano Felgueiras, numa rotunda onde permanece até hoje.

 

A complexidade do caso percorre o final do século XIX e todo o século XX em constante ressignificação, sendo objeto de especulações e imprecisos estudos arqueológicos que, de alguma forma, transcendem-no como artefato anacrónico pertencente não só ao campo da arqueologia, mas também ao imaginário coletivo da área de influência do Minho, até à Galiza. Sempre ofuscado pela dúvida que pairava sobre cada referência.

 

Na encruzilhada de vários relatos, Complexo Colosso é uma exposição que pretende aprofundar de forma indisciplinada as várias camadas que constituem este relato, as que alimentaram e questionaram a épica, dando forma ao que o Colosso representa hoje.

 

Complexo Colosso também aponta uma complexidade que vai além do debate sobre a origem do homem de pedra, desembocando em aspetos políticos e sociais que revelam uma série de problemáticas históricas das quais o Colosso é apenas a ponta.

 

Ángel Calvo Ulloa

Curador convidado

Ángel Calvo Ulloa (curador convidado), Carla Filipe, Alisa Heil, NEG (Nova Escultura Galega), Lola Lasurt, Taxio Ardanaz, Jeremy Deller, Gareth Kennedy, Jorge Satorre, Pedro G. Romero, Joaquim Salgado Almeida, Carme Nogueira, Diego Vites, Iratxe Jaio & Klaas van Gorkum, Pizz Buin