Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
main logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image loja

Voltar

CCVF

/

PEQUENO AUDITÓRIO

SÁBADO 18 NOVEMBRO - 18H30

Jeff Lederer / Joe Fiedler Quartet feat. Mary LaRose
Música

A formação que terá, na edição de 2017 do Guimarães Jazz, a responsabilidade de conduzir as jam sessions e as oficinas de jazz será liderada pelo saxofonista Jeff Lederer, o qual já atuou por diversas ocasiões no festival, integrado em diferentes grupos, e pelo trombonista Joe Fiedler, dois dos mais interessantes músicos da atual cena jazzística norte-americana. Os jovens instrumentistas que participarão nas oficinas e nas jam sessions terão, assim, a oportunidade, de usufruir uma experiência de trabalho criativo com músicos de elevada qualidade técnica envolvidos num dos contextos mais fervilhantes da criação jazzística contemporânea. Como é habitual, além das atividades formativas, este grupo realizará uma atuação ao vivo integrado no programa de grandes concertos do Guimarães Jazz.

Jeff Lederer é um saxofonista e clarinetista com uma identidade musical “poliglota”, caraterizada sobretudo pela multiplicidade de discursos harmonizados de forma fluida e aberta numa narrativa única. A sua discografia em nome próprio e o seu historial de colaborações com outros músicos revelam-nos estarmos perante um músico inovador e heterodoxo, sendo disso exemplo a banda Shakers n´Bakers, da qual Lederer é o mentor, um projeto experimental de reinterpretação de composições clássicas do século XIX e de compositores contemporâneos como Arvo Part e Ligeti, e o grupo Sunwatcher, no qual evoca a obra de Albert Ayler, acompanhado de uma formação que inclui o baterista Matt Wilson e o teclista Jamie Saft, uma figura destacada da cena vanguardista nova-iorquina. Em paralelo, Lederer mantém também uma empenhada carreira como pedagogo, sendo colaborador do sistema de escolas públicas de Nova Iorque e consultor para a área do jazz do Lincoln Center.

Joe Fiedler é um dos mais conceituados trombonistas norte-americanos da atualidade, com uma impressionante carreira de mais de vinte anos enquanto sideman de alguns dos mais importantes músicos de jazz contemporâneos, tendo participado em mais de uma centena de edições discográficas. O início da sua carreira é decisivamente marcado pelo convite para integrar o ensemble de Cecil Taylor, no contexto do qual teve a oportunidade trabalhar com alguns dos músicos com quem viria depois a estabelecer frutuosas relações artísticas, entre os quais Steve Swell, Susie Ibarra e Chris Lightcap. Em paralelo, Joe Fiedler desenvolve um consistente trabalho de direção musical e enquanto líder das suas próprias formações.

Mary LaRose é uma vocalista e artista plástica de Nova Iorque. A partir do momento em que se decidiu focar exclusivamente na música, Mary LaRose ganhou notoriedade com as suas interpretações vocais das composições de figuras lendárias da música como Charles Mingus, Thelonious Monk e Anthony Braxton. Desde então, tem desenvolvido uma relevante carreira discográfica, iniciada em 1995 com o aclamado álbum a solo Cutting the Chord, no âmbito da qual a vocalista colabora com um grupo alargado de músicos prestigiados da cena jazzística nova-iorquina, entre os quais Jeff Lederer, Jamie Saft e Matt Wilson, na criação de versões de um idiossincrático conjunto de compositores, tanto do jazz como de outras latitudes musicais, tais como Henry Purcell, Albert Ayler, Paul McCartney e Eric Dolphy, entre outros.

Nick Dunston é um jovem contrabaixista norte-americano de apenas vinte anos e um dos talentos emergentes do jazz. Estudante de jazz, composição e musicologia na New School, Dunston atua regularmente, tanto nos Estados Unidos como na Europa, com os seus projetos próprios e enquanto sideman de músicos como Jeff “Tain” Watts, Matt Wilson, Rene Marie e Bruce Barth.

Originário de Nova Iorque, George Schuller é um baterista e compositor conceituado com uma já longa e prolífica carreira na música, tendo colaborado com alguns dos mais relevantes músicos das diversas gerações do jazz, tais como Joe Lovano, Fred Hersch, Lee Konitz, Ran Blake, Dave Douglas ou Myra Melford. Em paralelo, Schuller desenvolve uma intensa atividade como compositor e integrado em inúmeros ensembles e projetos, no âmbito dos quais tem estabelecido profícuas relações de parceria artística com vários instrumentistas incontornáveis da cena jazzística contemporânea, como Tony Malaby, Donny McCaslin ou Mark Feldman, entre muitos outros, ao mesmo tempo que mantém também uma relevante carreira como produtor.

ASSINATURA 2ª SEMANA
30,00 eur
ASSINATURA 1ª SEMANA
40,00 eur
ASSINATURA GERAL
70,00 eur

10,00 eur / 7,50 eur c/d

Jeff Lederer, saxofone, clarinete
Joe Fiedler, trombone
Mary LaRose, voz
George Schuller, bateria
Nick Dunston, contrabaixo